#SãoPaulo! Praça das Artes chega em Julho com agenda cheia!

Foto: Praça das Artes/ Divulgação
Foto: Praça das Artes/ Divulgação

A Praça das Artes (complexo – incrível – de artes na cidade de São Paulo) chega no mês de Julho com uma programação cheia de artes, dança e música. Umas apresentações já aconteceram mas ainda tem muito pela frente.

Entre os dias 7 e 10, na Galeria Olido, o Balé da Cidade de São Paulo apresenta o projeto Dançographismus, que começou em 2014 e chega na sua quarta edição. Será uma nova oportunidade de alguns dos seus intérpretes experimentarem a criação. Surgindo, quem sabe, novos talentos coreográficos.

Dia 8 e 15 – Na Marquise – o projeto Presença Permeável apresenta duas performances com Camila Valones, Maíra Vaz Valente, Ellen Gruber e Renan Marcondes.

Dia 9 – Na Marquise – Terá uma Oficina Colaborativa de Modelo Vivo, onde os próprios artistas se revezam posando para os outros colegas. Para participar não é preciso ter experiência em desenho ou como modelo.

Dia 9 – Na sala de Conservatório, Palestra sobre a Ópera da Lady Macbeth com o compositor e maestro Paulo Maron.

Dia 12 – Será apresentada, no Theatro Municipal, a segunda ópera do ano, a Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk, do compositor  russo Dmitri Shostakovich.

Dia 20, às 18h e às 20h – Acontece a segunda edição do FIME (Festival Internacional de Música Experimental). O Festival, na verdade, acontece em diversos espaços culturais da cidade, e duas das apresentações: “O Brasil não chega às oitavas” – com Henrique Iwao, e “Mandala”  – com o Húngaro David Somló – serão realizadas na Marquise e no Espaço Convivência da Praça das Artes (1º andar).

Dia 21, às 15h – Oficina de Dança com a Cia de Dança Sem Fronteiras.

Dia 30, às 14h às 17h, na Marquise – Acontece a “Geografias Bordadas: Linhas entre literatura e cidade”, realizado pelo Coletivo Meio Fio.

E desde o dia 24 de Junho, duas exposições tomam conta da Praça. Uma permanente e outra que irá até o dia 28 de Agosto.

“Quadra 27: Projeto Arquitetônico da Praça das Artes” chega para ficar e traz textos e fotografias da construção da Praça das Artes. Conta sua história a partir dos seus croquis até fotos. Ou seja, esta expo vem com o objetivo de aumentar o interesse das pessoas pelo espaço arquitetônico premiado.

“Concretude Correlata” é o nome dado à segunda exposição que traz obras do Arcevo da Cidade, fazendo as pessoas discutirem conotações sobre questões de espaço. E quem assinam a exposição são os artistas: Caio Reisewitz, Cildo Meireles, João Musa, José Frota, Mariana Galender, Mônica Nador, Luiza Baldan, Milton Machado, Paulo Climachauska, Rochele Costi, Rubens Mano e Valérie Dantas Mota.

Serviço

Quando? Durante todo o mês de Julho

Onde? Praça das Artes.

Av. São João, 281- Centro – São Paulo

Próximo às estações Anhangabaú e República do Metrô. São Paulo – SP

Mais informações no site do complexo cultural.

 

 

 

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *