“Entre Irmãs”, do diretor Breno Silveira, descreve com muita emoção a nossa antiga – e atual – sociedade!

No último dia 12, o filme “Entre Irmãs”, de Breno Silveira, estreou em todo o Brasil. A produção é baseada no livro “A Costureira e o Cangaceiro”, de Frances de Pontes, e tem o roteiro assinado por Patrícia Andrade, parceira do diretor há bons filmes, que traz a história de Emília (Marjorie Estiano) e sua irmã Luzia (Nanda Costa), costureiras e grandes companheiras na vida pacata de Taquaritingá do Norte, sertão nordestino, e que tem […]

A busca e o encontro do equilíbrio em “Pendular”, de Julia Murat!

Meu amor pelo cinema brasileiro não é nada discreto. Quem acompanha meus textos sabe que tenho uma admiração incrível pelo nosso cinema. Tudo bem que tem algumas produções que me irritam, que preferia nem ter assistido (se você voltar alguns posts atrás, você terá um grande exemplo disso), mas ultimamente – tirando algumas exceções – eles tem me encantado. O último lindo filme que vi foi “Pendular”, de Julia Murat. Com um roteiro que traz […]

Segredo, revelação e cumplicidade (?) em “As Duas Irenes”

Se vivemos um momento lindo no cinema brasileiro? Sim. Vivemos. Atualmente, estamos em cartaz com 4 filmes nacionais de altíssima qualidade de roteiro e de produção (Como Nossos Pais, Bingo – O Rei das Manhãs, O Filme da Minha Vida e Corpo Elétrico). E ontem (14), tivemos mais uma estreia brasileira para complementar a lista do “tem que ver”. O filme “As Duas Irenes”, de Fábio Meira, traz a história de duas meninas que tem a mesma idade […]

O fragmentado “BIO”, de Carlos Gerbase

O filme “BIO”, de Carlos Gerbase, foi o primeiro longa que vi, aqui no 45º Festival de Gramado. A produção sulista traz a história de “ele”. Sim, “ele”. O personagem sem nome, que “não aparece”, menos em um take ainda bebê, é um homem que viveu 101 anos, que teve quatro famílias e que fez descobertas científicas importantes. Realmente, o que está dito na sinopse é o que é mostrado na telona. Mas… é um […]

#Gramado45! A primeira experiência, as homenagens, os cristais e os filmes

  Meu primeiro dia no 45º Festival de Cinema de Gramado , primeiros filmes vistos. Depois de um dia ótimo, com homenagens, passeios e muito sol na Serra Gaúcha (falamos tudo sobre essa manhã aqui), chegou a hora de conhecer o Palácio dos Festivais, de passar pelo tapete vermelho e de ver os meus dois primeiros filmes. Antes do filme, a homenagem à Soledad Villamil, atriz argentina e um marco para o cinema latino-americano. Ao […]