#Acontece! A 40ª Mostra começou hoje e vai até o dia 02 de Novembro!

poster40Começou na noite desta quarta-feira (19) a 40ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo (40ª Mostra). Mais uma edição de sucesso de um evento que já se consolidou no calendário anual do cinema brasileiro. Além das exibições, a mostra conta também com debates e homenagens à grandes nomes de produções audiovisuais  brasileiras e internacionais.

A 40ª Mostra, que começa oficialmente no dia 20 (esta noite foi a apenas uma abertura especial, no Ibirapuera), recebeu para esta edição mais de 1.400 inscrições de filmes do mundo todo. Ao final foram escolhidos 322 trabalhos que irão compor mais de duas semanas de programação em 35 locais diferentes (cinemas, centro culturais, museus, etc) na cidade de São Paulo. Ou seja, opção não falta. A programação é intensa e cheia – CHEIA – de conteúdo para todo tipo de pessoa – quis dizer, pessoas com ideologias diferentes.

A Mostra foi dividida oficialmente em seis: Homenagens, Apresentações Especiais, Foco Polônia, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional.

No júri temos grandes nomes: Bette Gordon (que está com filme na Mostra), Lita Stantic, Vasco Pimentel, Nicolas Klotz, Peter Brosens e Jeferson De. E os homenageados do Prêmio Leon Cakoff são: Marco Bellocchio, William Friedkin e Antônio Pitanga. Já o Prêmio Humanidade fica com o polonês Andrzej Wajda.

O italiano Marco será homenageado e também exibirá dois filmes: o curta Pagliacci, e o longa Belos Sonhos. Ele também foi o responsável pela arte do pôster e pela vinheta que abre cada sessão da mostra. Inclusive, Belos Sonhos foi o filme que foi exibido agora a pouco na abertura oficial do evento.

Já William receberá o prêmio pelos 45 anos de exibição do clássico Operação França. Ele virá ao Brasil e, também, participará da mostra com dois filmes: O Exorcista e Comboio do Medo. Já Antônio recebe a homenagem por ser um grande nome da nossa atuação, e por ter sua história “confundida” com a história do cinema brasileiro. História que será exibida no filme Pitanga, que foi dirigida por Beto Brant e Camila Pitanga. Já o Prêmio Humanidade para Andrzej tem como objetivo homegeá-lo por praticamente contar a história do seu país, Polônia, através de seus filmes. Na mostra, ainda teremos uma retrospectiva dos filmes dele no “Foco Polônia”.

Bem, opções não faltam. É uma mostra especial que mexe com todas as pessoas que se interessam e/ou trabalham no mundo da sétima arte. É um momento de conhecer novas produções ou filmes bastante conhecidos, novos diretores ou carinhas conhecidas, mas, principalmente, é momento de formar novos amantes do cinema, novos espectadores, que chegam com novos olhares no meio. É mais um momento para falar, viver, debater o nosso cinema brasileiro.

Se você ainda não se programou, confira a programação completa aqui. Filmes – lugar para vê-los – não vai faltar.

A cima temos o cartaz da Mostra, e a seguir temos a vinheta por Marco Belocchio que será exibida à cada início de sessão.

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *