E o Globo de Ouro foi para…

Equipe do filme ‘Três Anúncios para um Crime’, vencedor das principais categorias da noite: melhor filme, melhor roteiro e melhor atriz. Foto: Divulgação.

No último domingo (7), aconteceu o Globo de Ouro 2018. Comemorando 75 edições, o prêmio é considerado um dos principais eventos da indústria cinematográfica. Além de ser o responsável por abrir a temporada de premiações, o tão aguardado Golden Globe também serve como uma expectativa para o Oscar, pois, normalmente, muitos dos vencedores nas categorias ‘filme’ são os mais cotados para levar a principal estatueta do ano, que acontece no dia 4 de março.

Esta edição do Globo de Ouro de 2018 não foi “mais uma edição”. Além da comemoração do 75º ano, o prêmio também foi palco de um protesto super importante. Todos (ou quase todos, teve gente que não contribuiu pela causa) foram vestidos de preto para apoiar a campanha Time’s Up, que vai em luta contra os diversos casos de assédio sexual que houve/há na indústria do cinema, que luta pelo respeito às mulheres e às minorias.

Com um texto bom e irônico (como normalmente acontece nessas premiações), o apresentador Seth Meyers abriu a noite com muito humor e crítica. Foi um texto que resumiu bem a noite, falou dos principais concorrentes, do real significado do protesto e, claro, com direito à crítica ao ator Kevin Spacey, que recebeu uma série de denúncias de assédio sexual durante gravações de diversas produções como “House of Cards”, uma dos seus principais trabalhos. A fala veio de um jeito sutil, bem direta e com muita ironia merecida.

Outro lindo momento foi o discurso da grande homenageada do ano, a apresentadora, atriz, escritora Oprah Winfrey, que em um texto forte, ressaltou a luta das mulheres que estão sempre atrás do seu merecido respeito. “Por muito tempo as mulheres não foram ouvidas ou acreditadas, se elas se atravessassem a falar a verdade contra o poder de um homem. Mas a hora chegou. A hora chegou. Então, quero que todas as meninas que estão assistindo isso agora, saibam que um novo dia está no horizonte”, (que texto!) disse Oprah em uma parte do seu discurso, que fez todos os presentes levantarem e a aplaudirem esta grande profissional.

Quem também estava presente nesse evento repleto de profissionais da indústria da TV e do Cinema foram as ativistas de movimentos que lutam pelo respeito às mulheres, negros, homossexuais, que foram acompanhadas por atrizes como Susan Saraon, Meryl Streep e Emma Watson, mulheres que lutam há tempo.

Susan Saradon com a ativista Rosa Clemente, no tapete vermelho do Globo de Ouro 2018. Foto: Divulgação.

 

Emma Watson e a ativista Marai Larasi, no tapete vermelho do Globo de Ouro 2018. Foto: Divulgação.
A atriz Meryl Streep e a ativista Ai-jen Poo. Foto: Divulgação.

Nos filmes, os vencedores do Globo de Ouro 2018 são…

Melhor Animação

O Poderoso Chefinho

The Breadwinner

Viva – A Vida é uma Festa

O Touro Ferdinando

Com Amor, Van Gogh

Surpresa. “Viva – A Vida é uma Festa” leva o prêmio de melhor animação, mas imaginei que o filme “Com amor, Van Gogh”, levaria pelo enorme trabalho de ter produzido uma produção tipo essa. Sei palavras.

 

Melhor Filme de Drama

Me Chame Pelo Seu Nome

Dunkirk

The Post – A Guerra Secreta

A Forma da Água

Três Anúncios Para um Crime

 

Melhor Filme de Comédia ou Musical

The Disaster Artist

Corra!

O Rei do Show

I, Tonya

Lady Bird – É Hora de Voar

A equipe de “Lady Bird”, que levou para casa alguns dos principais prêmios da noite. Foto: Divulgação.

Melhor Filme em Língua Estrangeira

Uma Mulher Fantástica

First They Killed My Father

In the Fade

Loveless

The Square

 

Melhor Ator de Filme de Drama

Timothee Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome

Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma

Tom Hanks – The Post – A Guerra Secreta

Gary Oldman – O Destino de Uma Nação

Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq.

 

Melhor Atriz de Filme de Drama

Jessica Chastain – A Grande Jogada

Sally Hawkins – A Forma da Água

Frances McDormand – Três Anúncios Para um Crime

Meryl Streep – The Post – A Guerra Secreta

Michelle Williams – Todo o Dinheiro do Mundo

Frances McDormand recebe o prêmio de melhor atriz por “Três Anúncios para um Crime”. Foto: Divulgação.

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical

Judi Dench – Victoria & Abdul: O Confidente da Rainha

Helen Mirren – The Leisure Seeker

Margot Robbie – I, Tonya

Saoirse Ronan – Lady Bird – É Hora de Voar

Emma Stone – A Guerra dos Sexos

 

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical

Steve Carell – A Guerra dos Sexos

Ansel Elgort – Em Ritmo de Fuga

James Franco – The Disaster Artist

Hugh Jackman – O Rei do Show

Daniel Kaluuya – Corra!

 

Melhor Ator Coadjuvante em Filme

Willem Dafoe – Projeto Flórida

Armie Hammer – Me Chame Pelo Seu Nome

Richard Jenkins – A Forma da Água

Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo

Sam Rockwell – Três Anúncios Para um Crime

 

Melhor Atriz Coadjuvante em Filme

Mary J. Blige – Mudbound

Hong Chau – Pequena Grande Vida

Alison Janney – I, Tonya

Laurie Metcalf – Lady Bird – É Hora de Voar

Octavia Spencer – A Forma da Água

 

Melhor Diretor em Filme

Guillermo del Toro – A Forma da Água

Martin McDonagh – Três Anúncios Para um Crime

Christopher Nolan – Dunkirk

Ridley Scott – Todo o Dinheiro do Mundo

Steven Spielberg – The Post – A Guerra Secreta

 

Melhor Trilha Sonora de Filme

Carter Burwell – Três Anúncios Para um Crime

Alexandre Desplat – A Forma da Água

Johnny Greenwood – Trama Fantasma

John Williams – The Post – A Guerra Secreta

Hans Zimmer – Dunkirk

 

Melhor Canção Original

“Home” – O Touro Ferdinando

“Mighty River” – Mudbound

“Remember Me” – Viva – A Vida é uma Festa

“The Star” – A Estrela de Belém

“This is Me” – O Rei do Show

 

Melhor Roteiro

A Forma da Água

Lady Bird – É Hora de Voar

The Post – A Guerra Secreta

Três Anúncios Para um Crime

A Grande Jogada

 

Nas séries, os vencedores do Globo de Ouro são…

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para a TV

Robert De Niro – The Wizard of Lies

Jude Law – The Young Pope

Kyle MacLachlan – Twin Peaks

Ewan McGregor – Fargo

Geoffrey Rush – Genius

 

Melhor Série Limitada ou Filme para a TV

Big Little Lies

Fargo

Feud: Bette and Joan

Top of The Lake: China Girl

The Sinner

‘Big Little Lies’ foi um dos grandes destaques da noite. Foto: Divulgação.

Melhor Ator Coadjuvante de TV

David Harbour – Stranger Things

Alfred Molina – Feud: Bette and Joan

Christian Slater – Mr. Robot

Alexander Skarsgard – Big Little Lies

David Thewlis – Fargo

 

Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para a TV

Jessica Biel – The Sinner

Nicole Kidman – Big Little Lies

Jessica Lange – Feud: Bette and Joan

Susan Sarandon – Feud: Bette and Joan

Reese Witherspoon – Big Little Lies

 

Melhor Série de Comédia ou Musical

Black-ish

The Marvelous Mrs. Maisel

Master of None

SMILF

Will & Grace

 

Melhor Série de Drama

The Crown

Game of Thrones

The Handmaid’s Tale

Stranger Things

This is Us

Surpresa da noite, a série venceu de séries mais esperadas como The Crown e Game Of Thrones.

 

Melhor Atriz de TV – Musical ou Comédia

Pamela Adlon – Better Things

Alison Brie – GLOW

Rachel Brosnahan – The Marvelous Mr. Maisel

Issa Rae – Insecure

Frankie Shaw – SMILF

 

Melhor Ator de TV – Musical ou Comédia

Anthony Anderson – Black-ish

Aziz Ansari – Master of None

Kevin Bacon – I Love Dick

William H. Macy – Shameless

Eric McCormack – Will and Grace

 

Melhor Atriz Coadjuvante de TV

Laura Dern – Big Little Lies

Ann Dowd – The Handmaid’s Tale

Chrissy Metz – This is Us

Michelle Pfeiffer – The Wizard of Lies

Shailene Woodley – Big Little Lies

 

Melhor Ator de Série de Drama

Jason Bateman – Ozark

Sterling K. Brown – This is Us

Freddie Highmore – The Good Doctor

Bob Odenkirk – Better Call Saul

Liev Schreiber – Ray Donovan

 

Melhor Atriz de Série de Drama

Caitriona Balfe – Outlander

Claire Foy – The Crown

Maggie Gyllenhaal – The Deuce

Katherine Langford – 13 Reasons Why

Elizabeth Moss – The Handmaid’s Tale

Elisabeth Olsen leva o prêmio de melhor atriz pela série “The Handmaid’s Tale”. Foto: Divulgação.
Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *