#EmCartaz!

Yes! Voltamos!

Depois de duas – ou três – semanas voltamos com o nosso post semanal sobre os filmes que estão em cartaz nos cinemas brasileiros! Lembrando: não é sobre estreias. É sobre os filmes que já entraram em circuito.

Aquarius

Foto: Victor Jucá/ Divulgação
Foto: Victor Jucá/ Divulgação

É claro que esta semana não poderíamos começar de outro jeito. Vamos começar falando de Aquarius!

O filme, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, estreou no último dia 01 de setembro e já vem lotando salas e mais salas dos cinemas brasileiros. O blog já assistiu ao longa que traz a história da forte Clara (Sonia Braga), senhora de 65 anos com a energia de uma jovem, determinada e política. É de sol, é de música, é de lembranças, é de espaço, é de família, de amigos, de vitalidade, que o filme trata. Se você ainda não viu, corre para o cinema para assistir uma mulher com força de vontade de viver e de lutar pelo o que acredita. Mais uma vez: o filme é incrível.

 

A Comunidade

007-The-Commune-Trine-Dyrhold-Ulrich-Thomsen-Lars-Ranthe-Magnus-Millang-Anne-Gry-Martha-Wallstroem-Sebastian-Millbrat-Framegrab (1)

A Comunidade, de Thomas Vintemberg, é uma produção Dinamarquesa que traz a história de um casal de acadêmicos que juntos tentam realizar um soho. Erik e Anna, junto com a filha Freja, montam uma própria comunidade na mansão do próprio Erik em um distrito luxuoso de Copenhaguen. As pessoas vão chegando aos poucos e as histórias vão se misturando. Com reuniões, jantares e festas o drama vai se desenvolvendo e no final temos, amizade, amor, união, até um caso extraconjugal chegar e balançar a vida dessas pessoas, trazendo muita tensão para esta comunidade. Você viveria em um lugar assim? O diretor viveu. Não por escolha mas viveu. Viveu em uma comunidade dos 07 aos 19 anos de idade. Será que tem muitas histórias verídicas nesta produção. O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros.

 

Rondon, o Desbravador

 

cats2

 

De Marcelo Santiago e Rodrigo Piovezan, o longa “Rondon, o Desbravador” traz um encontro fictício entre Rondon – o real Marechal Rondon (Rui Ricardo Diaz/ Nelson Xavier) – e um jornalista que chega até a cada de Rondon para entrevistá-lo e contar toda a sua história. São lembranças de uma vida dedicada aos Índios, à relação desses povos com os brancos, à natureza. Um verdadeiro idealista, responsável por políticas de incentivo. Indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 1957. Um longa que se trata sobre lembranças? Sim. Talvez. Mas é um filme para relembrar mais um personagem que marcou a história deste país.

 

 

Um Namorado para minha Mulher

Para terminar o post desta semana, vamos de comédia. O longa “Um Namorado para minha Mulher”, de Júlia Rezende (Meu Passado Me Condena 1 e 2, Ponte Aérea), é a mais nova comédia do cinema brasileiro. O longa traz Chico (Caco Ciocler) e Nena (Ingrid Guimarães), juntos há 15 anos e que no momento vivem uma crise no casamento. Sem saber como pedir o divórcio, Chico resolve contratar o Corvo (Domingos Montagner), um homem que já costuma ser contratado para conquistar mulheres dos maridos que não tem coragem de dar o primeiro passa de um fim de um relacionamento. Este eu não posso falar muito pois até agora não vi. Mas fica aqui mais uma opção para aqueles que querem rir neste feriado.

 

 

 

 

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *