#EmCartaz!

Elis_Cena-47A-plano-4.....Nem creio nisso, nem creio que estamos de volta com o #EmCartaz!!!! <3

Para quem não conhece, o #EmCartaz é um post/quadro do blog onde dou algumas diquinhas – normalmente 4 – de filmes que estão em cartaz e que você pode se interessar e ir até o cinema mais perto e assistir! 😉

Depois de projetos paralelos e um tempo super apertado, estamos de volta, e dessa vez o post está bem brasileiro. A ideia era fazer só com as produções nacionais mas decidir colocar um plus e indicar um filme estrangeiro pois tem MUITA gente elogiando.

Vamos começar por aquele que já está há mais de uma semana em cartaz, fazendo todos se emocionarem. É claro que estou falando de Elis, de Hugo Prata. Como o nome já “indica”, o filme é uma cinebiografia de uma das grandes vozes do Brasil (acho que A grande voz do Brasil) que foi Elis Regina. Mulher forte, de pulso, de impulso, de intensidade e de emoção. Uma mulher bem à frente da sua época que marcou a nossa música popular brasileira. Para interpretá-la, Andréia Horta se jogou no papel e atuou lindamente no papel da cantora. E cantar, cantou? Não, não cantou. Dublou. Escolha feita pela equipe por respeito a grandiosidade da pimentinha. Se vale a pena? Acho que eu nem preciso comentar.

 

Hoje estou bem chorona, pois outra dica de filme é a produção nacional O Filho Eterno, de Paulo Machline, traz a história do escritor Roberto (Marcos Veras – uma das primeiras estreias do ator sem ser na comédia), que ainda não teve nenhum trabalho publicado e espera que a chegada do seu primeiro filho, com a sua esposa Cláudia (Déborah Falabella), seja um novo recomeço na sua vida, mas ele é surpreendido ao descobrir que o pequeno Fabrício (Pedro Vinícius) é portador da Síndrome de Down. Essa não conta apenas isso. Essa história conta sobre amor fraterno, amor paterno, amor materno, amor, (im)paciência e compreensão, e como superar todos os obstáculos, descobertas e alcançar todas as conquistas.

Se eu já chorei com o trailer, imagine com o longa <3 Ele estreou no último dia 1 em todos os cinemas do Brasil.

 

A terceira dica também é brasileira (amo e defenderei s e m p r e), é o BR 716, do incrível diretor Domingos de Oliveira. O longa mostra uma fase da vida de Felipe (Caio Blat), alterego do próprio Domingos, um aspirante a escritor que ganha um apartamento de seu pai, local onde se passa a maior parte do filme, onde recebe os amigos para conversas, farras, bebidas e etc, em pleno 1963. A produção teve sua estreia no Festival de Gramado onde ganhou muitos Kikitos. Essa produção você encontrará mais em salas de cinema de arte, de rua. Fora das ‘grandes’ salas dos shoppings.

A quarta dica não é brasileira, é o A Chegada, de Denis Villeneuve, é a produção que está encantando a todos que saem da sessão. Ainda não vi, mas só escutei – grandes – elogios ao filme que conta a história da Dra. Louise Banks (Amy Adms), uma linguista que é chamada para ajudar a traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam alguma ameaça ou não. Podendo gerar ameaça à Dra. Louise e à população.

 

Completando um post, mais um brasileiro porque sim! <3

O filme Sob Pressão, de Andrucha Waddington, traz os três médicos Dr. Evandro (Júlio Andrade – muito bem elogiado no Festival do Rio), Dr. Paulo (Ícaro Silva – também está em Elis) e Dra. Carolina (Marjorie Estiano) em um dilema entre três urgências que chegam no hospital. Três pessoas que foram feriadas em um tiroteio na favela perto de lá. Um policial, um traficante, e uma criança de classe alta. Evandro, o chefe da equipe, vai encontrar pela frente escolhas a serem feitas e atitudes para poder salvar a todos.

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *