#TroféuMucuripe! Saiba quem foram os vencedores do 27º Cine Ceará!

O 27º Cine Ceará encerra com grande noite de premiação. Foto: Chico Gadelha/ Divulgação.

O Festival de Cinema Ibero Americano encerrou mais uma edição com muito sucesso. Depois de muitas exibições, debates, sessões especiais, homenagens e aplausos, o Cine Ceará finaliza mais uma edição com uma noite de premiação das produções que participaram das Mostras Competitivas, no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza. Entre os premiados deste ano, destaque para  “Ninguém Está Olhando”, de Julia Solomonoff, que levou o prêmio de melhor ator para Guillermo Pfning, melhor montagem, além do principal prêmio da noite de melhor longa metragem. A noite também teve a homenagem ao cinema Chileno, o principal homenageado do ano.

 

Confira agora todos os vencedores do Festival:

Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem:

Troféu Mucuripe 

Melhor Longa-metragem 

Ninguém está olhando –  Julia Solomonoff

Melhor Direção
Últimos dias em Havana – Fernando Pérez

Melhor Fotografia

Últimos dias em Havana – Raúl Pérez Ureta

Melhor Montagem
Ninguém está olhando – Andrés Tamborino, Karen Sztanjberg e Pablo Barbieri.

Melhor Roteiro

Santa e Andrés – Carlos Lechuga

Melhor Som

Uma mulher fantástica – Isaac Moreno

Melhor Trilha Sonora
Uma mulher fantástica – Matthew Herbert

Melhor Direção de Arte
Malasartes e o Duelo com a Morte – Tulé Peake

Melhor Ator
Ninguém está olhando – Guillermo Pfening

Melhor Atriz
Santa e Andrés – Lola Amores

Prêmio da Crítica (Abraccine)
Ninguém está olhando – Julia Solomonoff

Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem:

Troféu Mucuripe

Melhor Curta-metragem 
Festejo Muito Pessoal – Carlos Adriano

 A noite Melhor Direção
Valentina – Estevão Meneguzzo e André Félix.

Melhor Roteiro
Memórias do subsolo ou o homem que cavou até encontrar uma redoma – Felipe Camilo.

Melhor Produção Cearense
Caleidoscópio – Natal Portela    

Prêmio da crítica (Abraccine)

Filó a fadinha Lésbica – Sávio Leite

Mostra Olhar do Ceará:

Troféu Mucuripe

Melhor Curta-metragem
A Lenda Cotidiana – Bárbara Moura e S. de Sousa

Prêmio Olhar Universitário:

Troféu Mucuripe

Melhor Curta-metragem
Simbiose – Júlia Morim

Melhor Longa-metragem
Últimos dias em Havana – Fernando Pérez

PRÊMIOS ESPECIAIS

Troféus Samburá:

Melhor Curta-metragem
Valentina – Estevão Meneguzzo e André Félix

 Melhor Diretor
Vando Vulgo Vedita – Andreia Pires e Leonardo Mouramateus

Prêmio Unifor de Audiovisual:

Melhor Curta-metragem

A Lenda Cotidiana – Bárbara Moura e S. de Sousa

Prêmio CiaRio:

Curta-metragem Brasileiro
Festejo Muito Pessoal – Carlos Adriano

Prêmio Mistika (Masterização em DCP)

Melhor Produção Cearense da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem

Caleidoscópio – Natal Portela

Melhor Curta-metragem da Mostra Olhar do Ceará

A lenda cotidiana – Bárbara Moura e S. de Sousa

Prêmio Aquisição Canal Brasil:

Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-metragem (R$ 15.000,00)

Memórias do subsolo ou o homem que cavou até encontrar uma redoma – Felipe Camilo

  

Mostra Curta Cocó:

Melhor Curta-metragem

O que é Parque do Cocó? – Marilia Alencar

 

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *