#Lançamento! O Bebê de Bridget Jones sai da telona para as prateleiras

14671086_775800899226681_5459893945532391197_n

Depois de estrear nos EUA e no Brasil nas telonas do cinema, O Bebê de Bridget Jones se torna livro e você já pode garantir o seu antecipado – antes do lançamento oficial – em algumas das principais livrarias do país. O título é um pouco diferente do título do filme. Enquanto no filme temos O Bebê de Bridget Jones, no livro temos O Bebê de Bridget Jones: os diários.

A história (não sei se é a mesma pois eu ainda não li) parece ser idêntica ao filme. Mas a gente sabe que SEMPRE – sempre – quando o livro vira filme ou o filme vira livro, sempre teremos alguns momentos diferentes na história.

Já falamos sobre o filme aqui. O livro, de Helen Fielding, também vem com o mesmo foco: Bridge encarando o desconhecido mundo das grávidas e na dúvida em quem é o pai! Que confusão, hein! Imagine a confusa e querida Jones encarando esta situação <3

Segue a sinopse do livro:

Em “O bebê de Bridget Jones: os diários”, depois de muita pressão dos amigos e familiares (e do seu próprio relógio biológico), Bridget está grávida! Como não poderia deixar de ser, esse não era exatamente o seu plano. Agora, ela vai ter que enfrentar os mil conselhos das amigas solteiras (e frequentemente bêbadas), assim como os de mães esnobes e cheias de regras. E, entre aulas de maternidade, toques de romantismo, batatas gratinadas, ondas de hormônios e muita felicidade, ainda vai precisar encontrar a resposta para a pergunta que todos parecem fazer: “Quem é o pai?”

 

Para quem quiser já separar o seu, é só entrar neste link.

E para ainda quem não viu o filme, confira o trailer e corra para o cinema mais próximo para checar essa aventura e dar boas risadas.

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *