Mauricio faz 80 <3

Maurício 80

E o grande dia chegou! 
Hoje, 27 de outubro de 2015, o cartunista Mauricio de Sousa completa 80 anos de vida! Uma alegria para o mundo da literatura e dos quadrinhos. A cultura deve muito a esse cara. Eu, como uma grande fã não poderia deixar de fora a minha homenagem.

Mauricio 80Já posso começar dizendo que o mais interessante do Mauricio – na minha opinião – é que ele consegue alcançar um público de toda faixa etária (de crianças à adultos). Ele consegue – principalmente – dialogar em “épocas” diferentes sempre sendo atual. Se você teve/tem uma boa infância, você com certeza leu Mauricio. Se você é um adulto feliz, você com certeza leu/lê as #GraphicMSP com os personagens do Mauricio. Ou seja, se você foi/é essa criança e/ou esse adulto, você é uma pessoa do bem e sortuda por ter tido a oportunidade de acompanhar o trabalho desse gênio. É difícil alguém não saber quem é a Turma da Mônica (principalmente a Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão), posso até arriscar que isso seria quase impossível.

O começo: Nasceu em Santa Isabel no dia 27 de outubro de 1935 e foi criado desde pequeno em Mogi das Cruzes. Mais velho, Maurício já desenhava cartazes para rádios e jornais locais. Em São Paulo, 1954, começou sua carreira em um jornal onde conseguiu seu primeiro trabalho no caderno policial. Não desistiu do sonho de ser cartunista, ai então, aproveitava para ilustrar as notícias. Foi quando depois de cinco anos em 1959 que ele publicou sua primeira tirinha do Bidu, seguido do Franjinha e logo depois o Cebolinha. Até então, não parou.

Mauricio e turmaFoi em 1963 que a Mônica (personagem baseada em sua filha) surgiu e até hoje a personagem “baixinha, dentucinha”, com temperamento firme e dona do pedaço faz sucesso pelo mundo! Tanto é que em 2008 ela foi nomeada pelo governo a mais nova Embaixadora do Turismo Brasileira. São praticamente 52 anos de Turminha desde a chegada da Mônica, e hoje a linda MSP (Maurício de Sousa Produções) colhe todo o fruto que plantou e só faz aumentar  sua produção. É uma equipe que sabe  empreender, sabe criar, e como já foi comentado aqui, é uma turma que sabe atualizar sua linguagem para o público que começou a acompanha-los desde a infância e que hoje já são pais de família mas ainda curtem um bom e velho quadrinho da nova “leva” da #GraphicMSP.

Na última edição da Bienal do Livro do Rio de Janeiro que aconteceu no começo de setembro,  Mauricio de Sousa foi o grande homenageado. Vale (muito) ressaltar que desde 2011 ele foi o primeiro quadrinista a ocupar uma cadeira na Academia Paulistana de Letras. Ou seja, não é pra poucos! Mas ele foi lá, lutou e chegou onde chegou.

O homem não pára. São 61 anos de trabalho árduos para chegar até aqui. Em uma entrevista dada aos meninos do Matando Robôs Gigantes, Mauricio respondeu a seguinte pergunta: ainda tem alguma coisa que você gostaria de fazer com a turminha? A resposta foi: sim, tem! Novidades do mundo do vídeo game podem chegar por aí! (Vejo seus leitores indo à loucura nesse momento – como eu fui haha). Agora só é esperar!

Veja a entrevista na íntegra!

E se eu sou fã? Sim, e muito! Um dia tive a oportunidade de fazer a cobertura de um evento em que ele estava. Tremia mais que tudo na vida =D Mas foi um momento tão lindo e feliz! Nesse mesmo dia conheci a (real) Mônica. É… digamos que tenha sido O dia. IMG_7747

O que tenho a desejar? Mais paz, amor, saúde, luz e sabedoria para continuar produzindo bastante histórias pra gente e pra essa turminha que está começando a formar opiniões, assim como você fez com a gente.

Feliz dia, Mauricio!  <3

Ps.: Por favor, vejam o especial que o site UOL fez dele! Ficou simplesmente MARAVILHOSO.

Ps2.: E se quiser deixar aquele recadinho para o Maurício no site da turma!

Obrigada, Mauricio!

 

 

Gostou do meu post? Então compartilha!

Carol Cruz

Uma pessoa completamente apaixonada pela cultura (por todo tipo de cultura), uma produtora vidrada pelo mundo do teatro, principalmente dos musicais. Viciada em uma adrenalina de uma produção, seja ela em um ao vivo ou em um evento. Fofurices me encantam mas Caetano também. Escreve culturalmente através deste blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *